Superbike já estão em Portimão

Começou hoje, de forma oficial, a sexta prova do Campeonato do Mundo de Superbike em Portimão. Depois de todo o trabalho de instalação e montagem de estruturas por parte das equipas no Autódromo Internacional do Algarve, hoje alguns dos pilotos presentes na prova estiveram envolvidos em acções de promoção.

Pre-event all ridersA meio da tarde, Jonathan Rea, Carlos Checa, Eugene Laverty, Marco Melandri e Loris Baz deslocaram-se ao Museu de Portimão onde juntamente com o galardoado chefe germânico Hans Neuner, que ostenta duas estrelas Michelin, confeccionaram um dos pratos típicos da gastronomia algarvia, a cataplana. Na companhia das estrelas do Campeonato do Mundo de Superbike e também de Miguel Praia, novamente presente na pista portuguesa como ‘wild-card’ na classe Supersport, Hans Neuner revelou alguns dos segredos da confecção do prato algarvio, com os pilotos a darem uma mãozinha.

Chef Hans + PraiaApós a confecção da Cataplana e de um breve visita ao Museu de Portimão, os pilotos rumaram ao Centro Comercial Continente onde,  juntamente com outros pilotos, realizaram uma concorrida sessão de autógrafos onde várias centenas de fãs e seguidores do campeonato tiveram oportunidade de, não só conseguir a sempre desejada assinatura dos pilotos,  mas também, a oportunidade para ter uma foto ao lado dos seus ídolos.

Em ambiente descontraído passaram pelo espaço comercial os dois primeiros classificados do campeonato, Sylvain Guintoli e Tom Sykes, eles que vão discutir na pista algarvia a liderança do campeonato, já que estão separados por apenas quatro pontos.

Guintoli, que estará aos comandos da Aprilia RSV4 oficial mostra-se confiante face a esta sexta prova do campeonato, num circuito onde poderá aproveitar a reconhecida superior velocidade da quatro cilindros italiana: Em Donington tivemos alguma dificuldade, mas aqui em Portimão sabemos que o circuito pode ser mais favorável à nossa moto. A longa recta da meta e as zonas rápidas da pista podem ajustar-se ao carácter do nosso motor e quero aproveitar isso ao máximo. Quero lutar pela vitória, mas se não o conseguir quero continuar a manter as minhas presenças no pódio, isso também é importante”.

 Pre event all riders3O rival Tom Sykes, sempre simpático e sorridente, revelou que não existem segredos especiais para ser rápido em Portimão: “Apenas travar mais tarde e acelerar mais cedo que todos os outros”,  comentou entre sorrisos. “A pista é fantástica, com subidas e descidas constantes que a tornam única em todo o mundo. Depois de vencermos em Donington ficou claro que temos evoluído da melhor forma a nossa moto. O ano nem começou muito bem mas agora estamos melhor e a discutir o primeiro lugar do campeonato. É isso que quero continuar a fazer”.

Miguel Praia marca presença no sempre exigente pelotão das Supersport e apesar de cauteloso nas suas palavras referiu: “Este ano tenho uma vantagem face a 2012. Tenho feito corridas e por isso estou com melhor ritmo que no passado ano. Mas como sempre, as corridas desta classe são muito renhidas, por isso quero definir os meus objectivos sessão a sessão. Amanhã vou descobrir e afinar a moto, depois veremos”.

Amanhã começa a acção na pista, com a realização das primeiras sessões de treinos nos mais de 4000 metros de perímetro do Autódromo Internacional do Algarve, traçado elogiado por muitos dos pilotos presentes na prova, sendo mesmo eleito como um dos melhores no mundo por alguns deles, como é o caso de Loris Baz, piloto da Kawasaki que recentemente venceu o Bol D’Or no circuito de Magny-Cours.

By Algarve Press

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s