ALGARVE APRESENTA MEMORANDO TURÍSTICO PARA SENSIBILIZAR GOVERNO

Mais de 30 medidas para melhorar desempenho turístico

O presidente do Turismo do Algarve apresentou hoje o Memorando Turístico da região com um conjunto de propostas para melhorar o desempenho turístico do destino. Acessibilidades aéreas, competitividade fiscal, promoção, definição de produtos turísticos e modernização da imagem da região são os cinco pilares do documento que será enviado ainda esta tarde para os ministros da Economia, Finanças e Administração Interna, na esperança de «sensibilizar o Governo» para o principal destino de férias do país, revelou Desidério Silva.

 Apresentacao_Memorando1pics«Este é um documento de intenções que reclama atenção para o Algarve. No atual contexto económico e financeiro, é importante debater soluções e por isso criámos este memorando, em parceria com várias entidades e personalidades da região», anunciou Desidério Silva na conferência de imprensa, em Faro.

A redução das taxas aeroportuárias, a angariação de novas ligações aéreas regulares para o destino, a aposta nos mercados do Canadá, da Escandinávia e da França para diversificar os emissores de turistas para a região, a redução do IVA no golfe e na restauração ou ainda a diminuição da burocracia com vista a atrair o investimento são algumas questões abordadas no documento.

Apresentacao_Memorando3picsSegundo o presidente da entidade regional, «o Algarve tem de ser vendido como sendo um destino disponível para os visitantes 365 dias por ano. O produto Sol e Mar é o motor do turismo na região mas não pode continuar a aparecer sozinho», defendeu Desidério Silva, aludindo à necessidade de abrir o setor a outros segmentos de oferta, como o Turismo Náutico, a Gastronomia e Vinhos ou o Turismo de Saúde e Bem-estar.

O Memorando Turístico do Algarve – Propostas para uma Região Sustentável agrega medidas para pôr em prática até 2020 e, com surpresa, é um documento ainda em aberto para que outras pessoas ou entidades possam participar nele. «Queremos ter bons interlocutores que ajudem a melhorar a região. Estamos recetivos a novas opiniões e a reajustar o documento se (e sempre que) necessário», concluiu o presidente.

O documento tem mais de 30 sugestões para dinamizar o Algarve e será agora entregue aos ministros e secretários de Estado que tutelam as áreas relacionadas com o setor.

Anúncios
por Algarve Press

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s