Investigador da Universidade do Algarve distinguido com prémio de 77mil euros

A Genzyme, a Sanofi company, premiou com uma bolsa de investigação no valor de 77 mil euros Gustavo Tiscornia, docente e investigador da Universidade do Algarve, que está a desenvolver um projeto sobre Doença de Gaucher. O prémio faz parte do Gaucher Generation Awards Program de 2012, um programa anual que visa distinguir investigadores e clínicos que desenvolvem projetos de investigação sobre doença de Gaucher, uma doença rara que afeta um em cada 100 mil habitantes. O projeto premiado intitula‐se “Development of an induced pluripotent stem cell model of neuronopathic Gaucher’s Disease for investigating mechanisms of pathogenesis and small molecule testing” e dedica‐se a investigar que tipo de terapêuticas poderão vir a tratar a Doença de Gaucher tipo 2, que afeta o cérebro desde o nascimento, limita a esperança de vida a dois anos e ainda não tem tratamento.

GTiscorniaGustavo Tiscornia é Professor Assistente do Departamento de Ciências Biomédicas e Medicina e integra o Centro de Biomedicina Molecular e Estrutural da Universidade do Algarve. Fez grande parte da sua formação científica nos EUA e veio para a Universidade do Algarve depois de visitar o campus e ter ficado muito bem impressionado com o trabalho científico de investigação que a instituição desenvolve. Reconhece que “Portugal está a passar por um período difícil e a ciência está a sofrer constrangimentos financeiros, como todos os outros setores. No entanto, acredito que o governo entende que preservar e fortalecer a investigação científica desenvolvida em território nacional é crucial para o futuro do país”.

Relativamente ao prémio, Tiscornia afirma que “há cientistas de todo o mundo a candidatar‐se e a concorrência é forte, o que torna ainda mais gratificante o reconhecimento do trabalho que estou a desenvolver”. E realça que “sem este apoio da Genzyme, seria difícil dar continuidade ao projeto”. O programa Gaucher Generation Awards da Genzyme financia investigadores de todo mundo com o objetivo de estimular e apoiar o desenvolvimento do conhecimento médico sobre esta patologia.

“O Gaucher Generation Program (www.gauchercare.com/healthcare/generation.aspx) representa o compromisso da Genzyme para melhorar o apoio e cuidados prestados à comunidade de portadores de doença de Gaucher de todo o mundo. E é com enorme satisfação que, no ano em que comemoramos uma década de presença em Portugal, vemos um projeto de investigação desenvolvido no nosso país ser reconhecido internacionalmente pelo seu valor científico e potencial terapêutico”, afirma Filipe Assoreira, diretor‐geral da Genzyme Portugal.

Além de Gustavo Tiscornia, foram também premiados Elena Pavlova, médica e investigadora do Addenbrooke’s Hospital, Universidade de Cambridge, Reino Unido e Pramod K Mistry, médico e professor de Pediatria e Medicina Interna, diretor do serviço de Hepatologia Pediátrica e do National Gaucher Disease Treatment Center na Yale University School of Medicine, EUA.

A Doença de Gaucher é a mais comum do grupo das doenças lisossomais de sobrecarga. As manifestações clínicas desta patologia apresentam‐se ao nível do sangue, órgãos internos (especialmente fígado e baço) e ossos, podendo ocorrer em qualquer idade. Divide‐se em 3 tipos principais. O tipo 1 é o único que não tem alterações neurológicas; o tipo 2 tem uma forma neuropática aguda grave que surge na criança e o tipo 3, com uma forma neuropática crónica, é uma doença inflamatória crónica e multi‐sistémica. O estudo dos genes das pessoas com esta doença tem especial importância para o rastreio e aconselhamento genético das famílias.

Sobre a Genzyme:

Fundada em 1981, a Genzyme é pioneira em tratamentos inovadores focados em doenças genéticas raras, esclerose múltipla, doenças cardiovasculares e endocrinologia. Líder no sector da biotecnologia, a Genzyme tem um portefólio vasto, uma profunda base científica e um forte compromisso com os doentes. Inserida no Grupo Sanofi, beneficia do alcance e dos recursos de uma das maiores farmacêuticas do mundo, tendo em vista um compromisso comum: desenvolver e disponibilizar terapêuticas para necessidades médicas sem resposta.

A Genzyme completa este ano uma década de presença em Portugal e foi a primeira empresa a disponibilizar, no nosso país, terapêutica de substituição enzimática para as doenças de Gaucher, Fabry, Pompe e MPSI.

Sobre a Sanofi:

A Sanofi é um líder global, diversificado da área da saúde, que investiga, desenvolve e comercializa soluções terapêuticas focadas nas necessidades dos doentes. A Sanofi tem uma forte presença na área da saúde com as suas sete plataformas de crescimento: a diabetes, as vacinas humanas, os produtos inovadores, as doenças raras, a área de consumer healthcare, os mercados emergentes e a saúde animal. A Sanofi está cotada nas Bolsas de Paris (EURONEXT: SAN) e Nova Iorque (NYSE: SNY).

fonte UALG

Advertisements
por Algarve Press

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s