Fábrica de conservas inaugurada em Olhão custou 5,5 milhões

Foi inaugurada ontem, 6 de março, a mais recente e uma das mais modernas fábricas de conservas de peixe do País. A empresa Freitas Mar, que já laborava na cidade olhanense, tem agora no Porto de Pesca instalações novas e funcionais. Esta unidade fabril permite manter uma centena de postos de trabalho e a criação de mais de duas dezenas, representando um investimento de 5,5 milhões de euros.

FreitasMar1A inauguração desta nova unidade fabril, que contou com a presença do secretário de Estado do Mar, Manuel Pinto de Abreu, e do presidente da Câmara Municipal de Olhão, Francisco Leal, trará nova vida ao setor da indústria conserveira na cidade de Olhão que, aos poucos, tem vindo a ressurgir depois de alguns anos de dificuldades, sempre com o forte apoio do Município. Dotada de tecnologia de ponta, a fábrica Freitas Mar continua a apostar na mão-de-obra especializada dos trabalhadores da cidade olhanense. Cerca de 100 funcionários da J. A. Pacheco, que entretanto fecha as portas, transitam para esta nova unidade fabril.

FreitasMar6Dos 5,5 milhões de euros de investimento – algo arriscado em tempo de crise, mas que José Freitas justifica com o know-how e o mercado já existente – cerca de 2 milhões são oriundos de fundos comunitários. “O resto é um compromisso que tenho com a banca”, refere o empresário, cuja fábrica de Olhão começa a laborar em pleno na próxima segunda-feira, 11 de março, dedicando-se à produção de conservas de atum, cavala e sardinha, grande percentagem das quais seguem para exportação.

“O Eng. Francisco Leal teve confiança ilimitada de que esta obra ia ser levada a cabo e estava preocupado com o futuro dos funcionários da J. A. Pacheco. Decidimos manter os postos de trabalho e criar novos, ajudando assim a economia do País”, revelou o empresário, que criticou a forma como “a nós, na Europa, tudo é exigido, mas as portas estão abertas para outros mercados, sem restrições. Caminhamos numa direção muito perigosa!”, sublinhou.

FreitasMar5Em dia de festa para Olhão, o presidente da Câmara, Francisco Leal, não deixou de elogiar a manutenção dos postos de trabalho da J. A. Pacheco, cujos funcionários passam agora a laborar na nova fábrica Freitas Mar. “O Dr. José Freitas sempre nos descansou. É um homem de grande iniciativa, não se faz uma fábrica destas de ânimo leve. Temos de elogiar os empresários que fazem este tipo de apostas”, sublinhou Francisco Leal. “Esta é uma fábrica do séc. XXI, que pode rivalizar com o que de melhor existe na Europa, mas também temos outras empresas que estão a fazer um ótimo trabalho nesta área em Olhão”, destacou ainda o autarca.

FreitasMar4“Esta é uma área que tem futuro”, referiu por sua vez o secretário de Estado do Mar, Pinto de Abreu. “Esta fábrica, no âmbito da economia do mar, tem uma importância especial. A Estratégia Nacional do Mar, que está em discussão pública, deve contar com o contributo de todos”, exortou o governante, elogiando a capacidade empreendedora do empresário José Freitas. O secretário de Estado do Mar garante que este é um setor que está a dar a volta à crise e a prova disso são os vários projetos de novas fábricas de conservas que estão aprovados.

 

 

Advertisements
por Algarve Press

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s