Consignação da empreitada do Parque Ribeirinho de Faro

Terá lugar no próximo dia 22 de fevereiro (sexta feira), pelas 11h00 no sítio da Panasqueira, a Sessão Pública de consignação da empreitada do Parque Ribeirinho de Faro – 1.ª fase. Um ano após o lançamento do concurso as obras vão começar e Faro irá ver a sua frente ribeirinha requalificada e devolvida aos farenses.

A empreitada que se vai consignar à empresa Oliveiras S.A. por 2.606.275,99€ + IVA corresponde à 1.ª fase do projeto e incide sobre 16 hectares entre o Teatro Municipal e Montenegro. O prazo de execução foi fixado em 300 dias seguidos pelo que no próximo ano Faro vai ter uma área de lazer ambientalmente recuperada permitindo a desejada abertura da cidade à Ria Formosa. O projeto decorreu do concurso público promovido pela Sociedade Polis Litoral da Ria Formosa, S.A. e é da autoria do consórcio Site Plan/Land Design.

Passeio Ribeirinho1Para a Câmara Municipal “este ato reveste-se da maior importância pois é o arranque efetivo de uma obra há muito desejada por todos e que vem dignificar uma das áreas com maior significado ambiental da cidade. O concelho está expectante e anseia por este espaço que vai ficar com uma multiplicidade de equipamentos de utilização pública: várias praças, um anfiteatro ao ar livre com capacidade para 250 pessoas, observatórios de aves, equipamentos de restauração, percursos pedonais e cicláveis interpretativos e zonas de estadia, proporcionando o conhecimento da excelência ambiental e territorial desta área, reflexo de uma gestão sustentável dos recursos e dos valores naturais, prevendo o desenvolvimento de atividades de recreio e lazer e atividades relacionadas com informação, animação e sensibilização ambiental”, le-se na nota de imprensa da autarquia.

Para o efeito, o projeto prevê a instalação de mobiliário urbano e equipamento associado à intervenção – equipamentos lúdico/desportivos, iluminação pública e sinalização informativa, interpretativa e pedagógica, bem como a instalação de uma rede wireless no Parque, conciliando o contacto com a natureza com as novas tecnologias. No âmbito desta intervenção prevê-se ainda a ligação pedonal e ciclável ao aglomerado do Montenegro e Aeroporto (integra um troço da Ecovia Litoral do Algarve), a partir do qual será garantida a ligação à Praia de Faro.

“Pelas suas características ambientais e pela diversidade dos equipamentos a instalar e as suas valências, estamos certos de que as riquezas da Ria Formosa serão preservadas e enaltecidas e que esta nova área de lazer irá tornar-se um lugar único do ponto de vista ambiental e cultural transformando-se num dos novos pontos de atração para moradores e visitantes”, sublinha a edilidade.

Considerando os 2,6 milhões de euros da empreitada adjudicada e a consignar à Oliveiras S.A. e a adjudicação da fiscalização à empresa Cinclus S.A. por 79.902€, juntando os valores de elaboração dos projetos e aquisição das parcelas necessárias à execução da obra, o investimento total rondará os 3,5 milhões de euros.

A obra é da responsabilidade da Sociedade Polis Litoral, Ria Formosa, SA no âmbito da Elaboração de Projetos de Execução para a requalificação de espaços ribeirinhos, de parques públicos e percursos pedonais, que se insere numa estratégia de requalificação da frente ribeirinha de Faro integrada no Programa Polis Litoral – Operações de Requalificação e Valorização da Orla Costeira conforme determinado na Resolução do Conselho de Ministros n.º 90/2008 de 3 de junho.

Advertisements
por Algarve Press

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s