PCP: Encontro com trabalhadores da ANA, TAP, RTP e Lusa

Uma delegação do PCP, integrando o deputado Paulo Sá, eleito pelo Algarve, e membros da Direção Regional do Algarve e da Comissão Concelhia de Faro, reuniu ontem em Faro com trabalhadores da ANA, TAP, RTP e Lusa, numa ação destinada a alertar para as gravosas consequências, quer a nível nacional quer a nível regional, da política do Governo de destruição dos serviços públicos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa reunião com os trabalhadores da ANA e da TAP, que decorreu na parte da manhã nas instalações do aeroporto de Faro, “foram analisadas as implicações negativas que a privatização destas duas empresas terá para o desenvolvimento nacional e regional, nos setores económicos a montante e a jusante do setor aeroportuário – em particular, no turismo –, assim como o perigo de aceleração da degradação dos salários e direitos dos trabalhadores do setor aeroportuário”

Portugal-Algarve-Faro-Aeroporto-de-Faro-interior-concave-roof-large-open-plan-space-gleaming-specular-surfaces-1-DHD_3No início da tarde, depois de uma visita às instalações da RTP/RDP de Faro, a delegação do PCP reuniu-se com os trabalhadores aos quais manifestou a sua “profunda oposição à intenção, anunciada pelo Governo, de privatizar a RTP e destruir o serviço público de televisão e rádio, considerando que a manutenção da empresa na esfera pública constitui a melhor garantia da defesa dos postos de trabalho, do direito a uma informação rigorosa e pluralista, da divulgação da cultura e da língua portuguesa, e da salvaguarda da coesão nacional, sem esquecer, naturalmente, a importância para a região algarvia da manutenção de uma delegação em Faro”.

logo

Agencia_LusaNa reunião com a Lusa, ao final da tarde, “o PCP valorizou o caráter público da agência noticiosa nacional e o seu contributo para o direito a uma informação independente dos grandes grupos económicos, determinada por princípios de igualdade e relevância a que o serviço público obriga e não em função de objetivos de lucro ou de favorecimento ideológico do poder económico dominante”.

Em todas as reuniões, “o PCP reafirmou a sua frontal oposição aos processos de privatização em curso ou em preparação da ANA, TAP, RTP e Lusa, defendendo a manutenção do caráter público destas empresas, tendo ainda manifestado a sua solidariedade com a luta dos trabalhadores em defesa dos seus direitos e postos de trabalho”.

Anúncios
por Algarve Press

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s