Fim das macas nos corredores da Urgência do Hospital de Faro

Nova área de decisão Clínica entrou em funcionamento – O Hospital de Faro deixou de ter macas acumuladas nos corredores do Serviço de Urgência Geral. O compromisso assumido há um ano atrás pelo Conselho de Administração, liderado pelo Dr. Pedro Nunes, foi plenamente concretizado esta tarde com a entrada em funcionamento das instalações da Área de Decisão Clínica, um espaço totalmente novo, criado de raiz e projetado para garantir melhores condições de tratamento e acolhimento dos doentes, ditando deste modo o final da imagem negativa que durante anos tem estigmatizado esta instituição de saúde.

corred vazio2Num ano que ficou marcado pelas profundas transformações alicerçadas essencialmente na reorganização dos serviços de internamento e na readequação das áreas de apoio, esta intervenção ao nível da Urgência Geral vem materializar o compromisso de acabar com as macas nos corredores do Hospital. As obras de ampliação do serviço que agora se concretizam, e que decorreram no prazo escrupulosamente cumprido de 45 dias, correspondem a um acréscimo de 560 metros quadrados (m2), os quais, somados aos atuais 1180m2 do Serviço de Urgência Geral, garantem uma Área de Decisão Clínica destinada a acolher e acomodar num espaço totalmente novo os doentes que, após passarem pela triagem de enfermagem e pela observação médica, aguardam o resultado de exames complementares de diagnóstico, a observação de especialistas ou, eventualmente, a transferência para um serviço de internamento.

corred vazioCom um investimento total de 600 mil euros (não tendo havido qualquer derrapagem financeira, nem necessidade de financiamento suplementar em relação ao orçamento do hospital), este novo espaço está organizado e funciona num modelo openspace, facilitador do ponto de vista da monitorização clínica. Tem capacidade de 26 camas, com possibilidade de individualização, às quais se somarão 9 postos de tratamento em cadeirões, que se poderão alargar a 12 em caso de necessidade, para os doentes que tenham que receber outro tipo de cuidados, como transfusões, aerossóis ou injetáveis, estando asseguradas as melhores condições de conforto.

corred vazio1

Esta área de Decisão Clínica dispõe ainda de 2 casas de banho para utentes, 1 com banho assistido, 1 vestiário para profissionais, 1 sala de equipamentos e 1 sala de apoio aos serviços de limpeza. O doente agudo verá desta forma aperfeiçoados os seus circuitos de passagem e acomodação, procedendo-se de igual modo a uma redistribuição dos recursos humanos afetos ao Serviço, com a consequente reorganização do trabalho, numa ótica mais funcional, em conceito de equipa e focalizada no doente.

Também os doentes menos urgentes vão poder beneficiar de outras condições. A construção desta área de decisão clínica permite uma redistribuição mais eficaz dos espaços e a possibilidade de intervenção noutras áreas, como é o caso do balcão de enfermagem e do balcão de observação médica que vai dispor de 5 postos de observação individualizados e mais amplos. Outra das alterações que agora vai ser possível concretizar é a deslocalização da Sala de Observações que será integrada na área de Decisão Clínica, libertando assim espaço para a instalação de uma Sala de Trauma, pela qual passarão todos os doentes politraumatizados e que funcionará em plena articulação com a Sala de Reanimação.

 

By Algarve Press

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s