Universidade do Algarve celebra 33º aniversário

A Universidade do Algarve comemora 33 anos, numa cerimónia que se realiza às 17h00 do dia 12 de dezembro, no Grande Auditório do Campus de Gambelas. O evento, que inclui uma sessão pública aberta à comunidade, conta com várias intervenções, das quais se destacam a do Presidente do Conselho Geral, Fernando Ulrich, e a Oração de Sapientia, intitulada “Genesis e Poiesis: a poesia da criação” da responsabilidade de Jorge Calado, professor jubilado do Instituto Superior Técnico e convidado da UAlg.

ualgfaroDurante a cerimónia vão ser entregues três prémios aos diplomados com mérito no ano letivo de 2010/2011 – Prémio Caixa Geral de Depósitos, Prémio BPI e Prémio APECA.

Este ano serão atribuídas pela primeira vez a Medalha de Mérito da Universidade, que distingue personalidades e entidades pelos relevantes serviços prestados à UAlg, e o Título de Professor Emérito, que distingue professores catedráticos e coordenadores principais, jubilados ou aposentados, pelo relevante contributo dado ao avanço da ciência e da cultura e pelos serviços prestados à comunidade. Os contemplados serão o Coronel José Rosa Pinto, com aMedalha de Mérito, e o Professor Doutor José Horta Correia, com o Título de Professor Emérito.

UALGJosé Rosa Pinto, Coronel de Infantaria reformado, naturalista apaixonado e profundo conhecedor da Flora do Algarve, estabeleceu, há já longos anos, uma estreita colaboração com a Faculdade de Ciências e Tecnologia. Atividades práticas de campo, publicações científicas, envolvimento em projetos de investigação e constante disponibilidade para as diversas atividades de divulgação científica, caracterizam o percurso deste professor convidado. A juntar a tudo isto, surge o trabalho diário que desenvolve no ALGU- Herbário da Universidade do Algarve, onde assegura a sua atualização e manutenção.

José Horta Correia continua a prestar serviços relevantes à História e à Cultura Portuguesa e à Universidade do Algarve. Nesta instituição foi um dos fundadores do curso de Património Cultural (1999), primeiro no género em Portugal, e foi o responsável pelo mestrado em História da Arte Portuguesa. No seu importante percurso, que muito contribuiu para a consolidação e divulgação de toda uma História do Algarve, incluem-se a participação em projetos de investigação, a orientação de vários trabalhos de investigação e a autoria de publicações nacionais e internacionais. O olhar sobre o urbanismo da sua cidade natal, objeto de estudo da sua tese de doutoramento – Vila Real de Santo António. Urbanismo e Poder na Política Pombalina – valeu-lhe, em 1997, o Prémio Gulbenkian de História da Arte.

O programa das comemorações culminará com um concerto da Orquestra do Algarve, às 21h30, tendo como maestro José Eduardo Gomes.

Advertisements
por Algarve Press

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s